• (45) 3027-2551
  • (45) 99834-2934
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    24 Mai | 10h55
Revista
DIVA MAG
Assine Já
22 Mai | 18:52:21

As 100 cidades mais visitadas no mundo em 2018




Em 2018 ficamos sem representante no placar das 100 cidades mais visitadas por estrangeiros no mundo. A constatação é do estudo Top 100 City Destinations 2018, lançado pelo Euromonitor, um dos maiores centros de análises de dados do mundo. 

Isso não indica um descaso do turismo no Brasil, ou que ele tem diminuído, mas sim, que outros centros urbanos e países estão se desenvolvendo mais do que nós. 

Mesmo com parques nacionais expressivos, 7,5 mil quilômetros de praias, verdadeiros ecossistemas mundialmente famosos, atrativos naturais e festas culturais. Mesmo com estes e outros potenciais, o turismo no Brasil avança de forma tímida. 

A primeira vez em que quebramos a marca dos 6 milhões de visitantes estrangeiros foi em 2014, ano da Copa do Mundo. O Rio de Janeiro que ocupava a 94ª posição em 2017, em 2018 saiu da lista – ficou na 101ª posição. Do outro lado, temos a Tailândia (país asiático 16 vezes menor que o Brasil) que recebeu 24 milhões de turistas ano passado. Bangcoc segue como a segunda colocada no ranking com 23,6 milhões de visitantes.


A 3ª posição da lista é ocupada por Londres, a cidade mais movimentada da Europa. Paris, a potência turística de décadas, ocupa a 6ª posição com 16,8 milhões, porém de 2017 para 2018 o percentual de visitantes na capital francesa caiu pela metade. 

Com vocação para ser a Las Vegas árabe e com seus imponentes arranha-céus, Dubai, a mais agitada cidade do Oriente Médio, subiu duas posições no ranking e está entre as dez mais. Foram 16,6 milhões de turistas entre 2017 e 2018. Istambul ocupa a 12ª posição com 12,1 milhões. 

A única cidade das Américas no topo do ranking é Nova York, na 8ª posição. O aumento foi tímido, de 13,1 para 13,5 milhões de viajantes. Fechando a lista duas gigantes asiáticas: Kuala Lumpur, na Malásia e Shenzen, na China. Destaque para a cidade de Delhi, na Índia que passou da 53ª para a 13ª posição em dois anos, uma alta de 7,4 milhões de visitantes em 2016 para 12,5 milhões este ano.


DESTINOS QUE PROMETEM

- O Euromonitor fez algumas análises que chamam atenção. O relatório destaca quatro cidades para serem observadas com cuidado. Mumbai, na Índia, deve entrar no Top 10 da Ásia este ano, com uma alta de 19% na expectativa de chegadas. Já o Porto, em Portugal, chega pela primeira vez esse no Top 100 e com prêmios como o Europe's Leading Destination 2018, ganho no World Travel Awards, ainda deve crescer bastante.

- Osaka, no Japão, pulou 113 posições no ranking entre 2012 e 2017 - hoje ocupa a 30ª colocação. A expectativa de crescimento é de 13% este ano. Os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, também trazem boas perspectivas. 

- Jerusalém, com um crescimento de 32% nas chegadas em 2017 trabalha com a expectativa de bater os 38% esse ano. Em termos de visitação o avanço foi de 12 posições, hoje ocupa a 63ª no ranking.

Hong Kong 
lidera o ranking 
com 29,8 milhões 
de visitantes e um 
crescimento de 7% 
em relação a 2017

Em 2017 
o Rio de Janeiro
figurou na posição 
94, já em 2018 ficou
fora da lista em 101º
posto.

Portugual tem feito 
um excelente trabalho 
de comunicação nos 
ultimos anos. A prova?
Porto entrou para top 100

Entre as cidades
do topo as américas
so figuram com 
nova york.

Turismo 
relioso bate 
recordes. Jerusalém
cresceu forte e ainda
manterá taxa em alta
nos próximos anos.


 


 

 


Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários