• (45) 3027-2551
  • (45) 99834-2934
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    15 Nov | 13h34
Revista
DIVA MAG
Assine Já
13 Nov | 15:33:37

Os craques da bola! Tufik Wisam Osman & Jamal Wisam Osman




 

Durante as férias de julho os irmãos Jamal Wisam Osman, 13 anos, e Tufik Wisam Osman, 10 anos, estiveram em Barcelona para participar do Marcet Summer, onde puderam vivenciar um pouco de um dos melhores países no futebol mundial, a Espanha. Na Marcet o objetivo inicial é fazer uma radiografia completa do atleta, que permita detectar suas fraquezas e pontos fortes. Trata-se de descobrir o verdadeiro potencial do jogador e determinar quais competências ele deve adquirir no futuro para desenvolvê-lo.Jamal e Tufik tiveram a oportunidade de compreender os conceitos de técnica coletiva, assimilar os movimentos táticos no desenvolvimento do jogo e melhorar a técnica individual. Confira entrevista com o paI Wisam Osman.

 

Qual importância tem a desenvoltura escolar e outras atividades frente a predileção pela prática do esporte (neste caso futebol)?

O futebol neste caso por ser um esporte coletivo sem distinções de classes ou credos contribui na socialização, no respeito e nas conquistas pelo trabalho em equipe onde é necessário estrategia, raciocínio e tomadas de decisões rápidas somadas à treinos e condicionamento físico periódico que auxiliam na desenvoltura escolar onde a concentração e disciplina do esporte se replicam no comportamento dos estudos deixando-os com um excelente desempenho escolar.

 

Onde treinam e praticam atualmente?

Oficialmente treinam e jogam pelo Scouto Sporte Clube liderado pelos professores Vilmar, Marcelo e Índio. Participam do Projeto social Maradona no Morumbi, dirigido pelos professores Francinei Maradona e Grilo Carvalho. E participam de jogos representando o Foz do Iguaçu Futebol Clube o nosso Azulão.

 

Recentemente participaram de uma clínica de desenvolvimento RENOMADA na Espanha. Como foi a experiência como pai? Como sentiu isso para o desenvolvimento pessoal e atlético deles?

Sim, Estiveram no Fundação Marcet a mais renomada do mundo para atletas de base localizada em Barcelona com um modelo pedagógico com formação baseadas em evidências científicas utilizando altas tecnologias nos treinos e nas avaliações dos atletas.

As bolas possuem chip, todos os treinos e jogos são filmados e as correções e leituras de jogos são feitas por vídeo análises junto com os atletas.

É feita uma bioimpedância de cada um e posteriormente trabalhada as correções estruturais e musculares com exército corretivos individualmente para extrair o máximo dos atletas nas competições.

Marcet já revelou diversos atletas renomados, e é local de aprimoramento de atletas de base de times do mundo inteiro, principalmente os europeus.

Em seu quadro de treinadores possuem nomes renomados como Carlos Rivero que já treinou Leonel Messi no FC Barcelona e foi jogador de times como Real Madrid e Boca Juniors e Franco Sanchírico que treinou a Seleção Nacional do México. Ambos com licença UEFA Pro.

A experiência como pai foi gratificante, pois sou grato a Deus por ter tido a oportunidade de observa-los em diferentes situações de superação das que eles foram colocados à prova para que se tornem individuos independentes e conscientes, sabendo enfrentar as dificuldades com dignidade respeitando as diferenças e as limitações de cada um. Vê-los se esforçando para se comunicarem com atletas do mundo inteiro em diferentes idiomas, muitas vezes tendo que apelar para mimicas, dividindo tudo, longe da família e do conforto de casa, debaixo de um programa extremamente rigoroso onde tiveram varios atletas desistentes, dispensados, lesionados ou até mesmo expulsos.

Vê-los conquistando o reconhecimento de atletas destaque pela fundação e perceber a evolução esportiva e humana que tiveram é de honrar qualquer pai. Além dos espanhóis tinham atletas russos, alemães, franceses, italianos, americanos, argentinos, portugueses, libaneses, marroquinos, indianos, dinamarqueses, ingleses, japoneses, chineses, e de várias outras nacionalidades.

Os pais são proibidos de qualquer interferência. Podem observar de longe as atividades de campo e ter contato apenas das 21:00 às 22:00. Depois do último banho e jantar, antes de serem recolhidos para os alojamentos coletivos para dormirem.

A responsabilidade e compromisso é colocada à prova e é exigido alto rendimento dos atletas. Uma das grandes lições deixadas foi dada no primeiro dia por Pedro Marcet o diretor pedagógico da fundação onde ele disse aos pais.

“Senhores pais não mimem seus filhos, deixe-os que tomem suas decisões, que eles errem, que sofram, que chorem, que sintam dor, que percam, que tenham saudades, que sintam sede, que se adaptem às diferenças e as dificuldades, que superem tudo isso. É bom para o desenvolvimento deles, agora é a hora. Senhores pais não os mimeis, vocês são meros torcedores e expectadores, não interfiram no nosso trabalho”.

“SENHORES PAIS NÃO MIMEM SEUS FILHOS, DEIXE-OS QUE TOMEM SUAS DECISÕES, QUE ELES ERREM, QUE SOFRAM, QUE CHOREM, QUE SINTAM DOR, QUE PERCAM, QUE TENHAM SAUDADES, QUE SINTAM SEDE, QUE SE ADAPTEM ÀS DIFERENÇAS E AS DIFICULDADES. QUE SUPEREM TUDO ISSO, É BOM PARA O DESENVOLVIMENTO DELES, AGORA É A HORA. SENHORES PAIS NÃO OS MIMEIS, VOCÊS SÃO MEROS TORCEDORES E EXPECTADORES, NÃO INTERFIRAM NO NOSSO TRABALHO”.

Pedro Marcet

 

Manter minha resistência física e mental, continuar meus estudos e permanecer apto para as oportunidades que estão surgindo. (Jamal)

 

Meu maior orgulho foi meu desemprenho, o futebol que eu joguei lá e ter ganhado como artilheiro. (Tufik)

 

Qual foi o grande desafio para vocês nesse programa?

 

Jamal: Me adaptar com treinos extremamente intensivos o dia todo.

 

Tufik: Meu grande desafio foi a distância da família, o futebol eu sabia que seria difícil e estava preparado, mas a saudade da família foi o maior desafio.

 

 

Qual seu maior orgulho na bagagem de volta?

 

Jamal: Levantar a taça de Campeão da World Cup, ter contribuíndo com 04 gols no campeonato internacional sendo 02 deles no goleiro oficial da base do Barcelona e ter feito dupla de ataque com um jogador da base do Bayern de Munique.

 

Tufik: Meu maior orgulho foi meu desemprenho, o futebol que eu joguei lá e ter ganhado como artilheiro.

 

Quais são seus próximos passos enquanto um atleta das categorias de base?

 

Jamal: Manter minha resistência física e mental, continuar meus estudos epermanecer apto para as oportunidades que estão surgindo.

 

Tufik: Continuar treinando pesado, não perder o foco do meu objetivo que é ser um jogador de futebol e aproveitar as oportunidades aqui no Brasil pra poder ficar perto da minha família.

 

 

Tufik artilheiro do torneio da sua categoria, sonhando com dias de gloria no Camp Nou lotado;

TOROS NEGROS - Time que contou com os gols de Jamal para ser campeão da World Cup.


Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários