• (45) 99801-7655
  • (45) 99830-1236
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    18 Set | 17h48
Revista
DIVA MAG
Assine Já
09 Set | 10:36:01

Cartier: a maior joalheria do mundo




 

Marca ícone e reconhecida mundialmente pelos relógios e joias de luxo, pelas cobiçadas alianças e braceletes vistos com frequència nas redes sociais ostentadas por personalidades, influencers, ricos e famosos que divulgaram itens da marca, tornando-os sonhos de consumo.

 

Fundada em 1847 por Louis François Cartier após comprar o ateliê localizado na rua mais chique de Paris (na época), do seu mentor Adolphe Picard. Seis anos depois abriu sua primeira loja, somente para clientes Vips e no mesmo ano, criou o primeiro modelo de relógio da marca. Nessa época os relógios eram de bolso.

Em 1898, Alfred Cartier, filho de Louis, tornou-se sócio da empresa e expandiu consideravelmente o negócio. Abriram uma casa com máxima tecnologia para a época, com telefones e carros para entrega delivery das joias. Abriram uma loja em Londres, em 1902, e outra em Nova York, na quinta avenida, em 1909. Também inauguraram em Moscou e no Golfo Pérsico, marcando o início de uma grande expansão internacional da marca Cartier. Em 1935 inauguraram uma sofisticada boutique em Mônaco e, em 1938, em Cannes.

A história da marca revela grande proximidade com celebridades e membros de famílias reais. O Rei Eduardo VII do Reino Unido a chamava de “A joalheria dos reis e o rei dos joalheiros.” A Cartier tornou-se uma das principais fornecedoras de joias de luxo para a corte francesa e britânica.

A marca ficou conhecida mundialmente pela popularização do relógio de pulso. Em 1904, desenvolveu seu primeiro modelo de relógio de pulso, feito sob encomenda do brasileiro Alberto Santos Dumont (o Pai da Aviação), que era um homem de muito estilo. Morava em Paris e era muito admirado não somente por suas conquistas na aviação, mas também porque desenhava suas próprias roupas e ditava moda. Suas peças eram confeccionadas pelo ateliê Amelie Matisse, esposa do pintor francês Henri Matisse. Ele reclamou ao amigo Louis Cartier que o relógio de bolso não era prático. E como passava muitas horas pilotando máquinas voadoras, necessitava ver as horas sem utilizar as mãos. Tempos depois, Cartier presenteou o aviador com o protótipo que recebeu o nome de Santos.

Louis Cartier elevou a joalheira a um alto nível de excelência. Do estilo “Guirland”, ornamentos de diamantes montados em platina, transitou para formas mais modernas, caracterizadas por formatos mais lineares e básicos da geometria como quadrados e círculos. No início as cores prediletas eram toques suaves, basicamente o branco com preto, preto com verde e azul com verde.

Hoje, a Cartier assina linhas completas de joias e perfumes, mas muitos dizem que seu melhor produto é a relojoaria. O segredo do prestígio dos relógios Cartier está na perfeita combinação de sofisticação e tecnologia.

A legendária Casa da Cartier foi construída em seu aniversário de 150 anos (em 1957) e o evento de inauguração contou com todo o luxo e prestígio porquê a Cartier é conhecida como “O Rei das joias e as joias do rei”.

 

Santos Dumont

 

Já que lembramos de Santos Dumont, não podemos deixar de mencionar sua importante visita para nossa cidade quando veio conhecer as Cataratas do Iguaçu em 1906. Sua passagem pela região foi de fundamental importância para a criação do Parque Nacional do Iguaçu, cartão postal da região e responsável por atrair mais de 2 milhões de pessoas por ano.

Santos Dumont ao passar por Curitiba, falou com governador do estado da época, Afonso Camargo Pena, Sobre o Salto de Iguassu, pediu se havia um hotel, na região, e lhe disseram que existia uma casinha, com dois quartos e uma sala, com o nome de hotel, local onde hoje está o belíssimo Belmond Hotel das Cataratas (Escolhido pela terceira vez consecutiva como melhor hotel da América do Sul). A visita não foi planejada. E nosso prefeito da época o Coronel Jorge Schimmelpfeng convidou o aviador passa passar uns dias na cidade.

Você pode encontrar mais detalhes dessa historia no livro “Frederico Engel, pioneiro no turismo e hotelaria de Foz do Iguaçu” de Renato Rios Pruner.

 

 

MAGDA LOPES – empresária, influenciadora e Founder @ohhmagot Second hand -  Especializada em artigos de luxo.


Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários