• (45) 99801-7655
  • (45) 99830-1236
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    10 Mai | 19h09
Revista
DIVA MAG
Assine Já
23 Mai | 09:27:26

Chega de padrões!




O que é belo para você? Você já parou para se questionar se realmente aprova os padrões de beleza na sociedade?

Se concorda com a ditadura da magreza com a qual nos acostumamos, forçadamente, a conviver?

 Há algumas décadas, uma mulher considerada bonita era aquela que esbanjava curvas. Ter um corpo mais cheio era sinônimo de beleza e força. Hoje, quando se fala em padrões de beleza na sociedade, as referências são as blogueiras fitness e modelos super magras, o que muitas vezes esquecemos é que cada uma de nós têm um metabolismo, formato de corpo, genética, rotina e necessidades biológicas distintas.

Nós mulheres sempre escutamos falarem que é preciso se depilar, que precisamos estar com as sobrancelhas e unhas perfeitas. Já escutou comentários dizendo que o seu corpo não estava ok? Essa história do padrão de beleza começa a surgir quando somos muito novinhas e aparece, muitas vezes, infelizmente em forma de críticas e comentários maldosos. Falar sobre padrões de beleza é tocar em uma ferida muito delicada da sociedade.

Bom, nós sabemos que mesmo racionalizando tudo isso, muitas vezes nos pegamos inseguras por não apresentarmos um conjunto de beleza que satisfaçam essas expectativas. Por muito tempo, fomos ensinadas a agir dessa maneira. Quando não somos magras o suficiente ou temos estrias, celulites nos culpamos e seguimos em busca de melhorar a todo custo. Entender essa dinâmica é o primeiro passo para construir uma mudança real e significativa em nossas vidas.

O que cada uma precisa é encontrar o seu peso saudável, que não é necessariamente o peso das blogueiras e modelos de passarela. Vender magreza é lucrativo: dietas da moda, remédios, suplementos, produtos supostamente naturais e milagrosos…tudo isso movimenta bilhões de dólares no mundo inteiro.

As redes sociais reforçam estes padrões de beleza, que aparentemente vendem um estilo de vida saudável, mas, na vida prática, parecem pouco viáveis. É preciso lembrar que nas redes sociais se usa muitos filtros ou photoshop nas fotografias. E este padrão inatingível alimenta cada vez mais a busca pela magreza, que pode levar a um transtorno alimentar ou depressão que acaba com nosso bem-estar.

E como fugir desses padrões?

Encarar todos esses fatos não é fácil, nem lidar com a frustração de não se enxergar nessas vidas aparentemente tão incríveis. Contudo, é preciso colocar o pé no chão. Pode ser um pouco difícil e talvez você não consiga se amar de uma hora para outra, será uma longa caminhada, mas gostar de si mesma e do próprio corpo é possível e necessário.

Cabe a cada um de nós tentar mudar isso no dia a dia. Como? Passando a desassociar magreza de beleza, e entender que peso é apenas um indicativo, mas não o mais importante para a saúde. Sei que não é tão fácil assim, por isso, listei algumas atitudes importantes para você se valorizar e se amar.

  • Busque metas reais, e não o corpo da blogueira fitness;
  • Não faça dietas milagrosas;
  • Pratique alguma atividade física que você goste;
  • Busque saúde, em primeiro lugar. O peso saudável é a consequência de uma saúde em ordem!
  • Valorize seu corpo: ele é seu melhor amigo e é o único que terá na vida!
  • Se ame, se arrume, se sinta feliz!

Nunca se esqueça que você é única e linda, basta se olhar no espelho!

 

Gislene Ferrarezi


Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários