• (45) 99801-7655
  • (45) 99830-1236
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    08 Dez | 13h57
Revista
DIVA MAG
Assine Já
21 Dez | 14:31:14

Não subestime o flywheel




Tudo mudou, e por mais que nossa mente tente nos impedir de passar pelo processo de mudança, a realidade é que dia após dia o velho dá lugar pro novo. Eu sei, quando falamos em inovação e novo mundo dá vontade de dizer “isso não é para minha empresa”, “isso é coisa de cidade grande”, “sempre funcionou do jeito que está”, “quero ver encontrar alguém para fazer desta forma”.
A verdade é que a gente custa a trazer para nossa realidade o que todos os dias conseguimos ver na realidade dos outros.
Hoje nossas empresas precisam ser repensadas. Do começo ao fim. E nos falta tempo e vontade para inciar mudanças. Temidas mudanças. Doloridas mudanças. 
Na minha jornada como mentora, uma das coisas que mais escuto é “eu sei que preciso fazer isso mas..” E entre esta frase e o presente passam anos. E ficamos como sempre fomos. E o mundo não para. Ele nos engole.
Convido você a pensar rapidamente em 3 pontos cruciais que precisam ser analisados, reformulados e atualizados no teu negócio. Líderes, equipes e processos.
A figura do líder mudou. Ele precisa de novas competências. Estabilidade emocional, adesão digital, aprendizado contínuo e adaptabilidade são as novas competências essenciais para um líder de resultado. Sabe aquele líder ótimo e com a mentalidade antiga? Você precisa ajudá-lo no processo de transformação e abertura de mente para que possa seguir como ótimo líder nos próximos 5 anos. O principal ingrediente neste caso é o EGO. Um líder com bom resultado hoje dificilmente esta preocupado em ser um  líder do amanhã. 
As equipes nunca tiveram tanta notoriedade como no novo mundo. O trabalho de uma única pessoa por mais brilhante que seja seguramente vai perder para o trabalho de uma equipe engajada. A nova organização já não reconhece mais hierarquia. O novo pede flatarquia, hologracia e squads. Mudou. É preciso que seu negócio mude também. Reorganizar a empresa, impacta em muita coisa. Não reorganizar a empresa, impacta em mais. Acredite. E os processos? Os processos precisam ser atualizados, testados, modificados e menos controlados. Neste mesmo momento quem é fã de processos tem um nó no estômago. Processos menos controlados? Processos que funcionam devem ser modificados? E a resposta é sim. Alguém vai fazer o que você está fazendo de um jeito mais simples. Façamos antes que eles. Uma coisa precisa ser acolhida: toda mudança gera equívocos. Estejamos dispostos a errar mas não a ficar para trás. O mundo mudou. Mesmo. De verdade.
E por estas e outras novas estruturas que o efeito flywheel é tão famoso. Ele é aquele pequeno esforço que parece não ter resultado até que ganha força e se torna real. Como andar de bicicleta. Custa sair da inércia e depois que sai o acúmulo de energia faz com que a roda da bicicleta gire sozinha várias vezes. 
A força do flywheel foi negada por gigantes como a Kodak, Blackberry e a Blockbuster. Não sejamos como eles. É preciso abertura para o novo. Consciência e um pouco de paciência farão com que sua empresa mude e siga no trilho do sucesso.
Conte comigo! Estou te esperando no @renatathaumaturgo.
A verdade é que a gente custa a trazer para nossa realidade o que todos os dias conseguimos ver na realidade dos outros.
Hoje nossas empresas precisam ser repensadas. Do começo ao fim. E nos falta tempo e vontade para inciar mudanças. Temidas mudanças. Doloridas mudanças. 
Na minha jornada como mentora, uma das coisas que mais escuto é “eu sei que preciso fazer isso mas..” E entre esta frase e o presente passam anos. E ficamos como sempre fomos. E o mundo não para. Ele nos engole.
Convido você a pensar rapidamente em 3 pontos cruciais que precisam ser analisados, reformulados e atualizados no teu negócio. Líderes, equipes e processos.
A figura do líder mudou. Ele precisa de novas competências. Estabilidade emocional, adesão digital, aprendizado contínuo e adaptabilidade são as novas competências essenciais para um líder de resultado. Sabe aquele líder ótimo e com a mentalidade antiga? Você precisa ajudá-lo no processo de transformação e abertura de mente para que possa seguir como ótimo líder nos próximos 5 anos. O principal ingrediente neste caso é o EGO. Um líder com bom resultado hoje dificilmente esta preocupado em ser um  líder do amanhã. 
As equipes nunca tiveram tanta notoriedade como no novo mundo. O trabalho de uma única pessoa por mais brilhante que seja seguramente vai perder para o trabalho de uma equipe engajada. A nova organização já não reconhece mais hierarquia. O novo pede flatarquia, hologracia e squads. Mudou. É preciso que seu negócio mude também. Reorganizar a empresa, impacta em muita coisa. Não reorganizar a empresa, impacta em mais. Acredite. E os processos? Os processos precisam ser atualizados, testados, modificados e menos controlados. Neste mesmo momento quem é fã de processos tem um nó no estômago. Processos menos controlados? Processos que funcionam devem ser modificados? E a resposta é sim. Alguém vai fazer o que você está fazendo de um jeito mais simples. Façamos antes que eles. Uma coisa precisa ser acolhida: toda mudança gera equívocos. Estejamos dispostos a errar mas não a ficar para trás. O mundo mudou. Mesmo. De verdade.
E por estas e outras novas estruturas que o efeito flywheel é tão famoso. Ele é aquele pequeno esforço que parece não ter resultado até que ganha força e se torna real. Como andar de bicicleta. Custa sair da inércia e depois que sai o acúmulo de energia faz com que a roda da bicicleta gire sozinha várias vezes. 
A força do flywheel foi negada por gigantes como a Kodak, Blackberry e a Blockbuster. Não sejamos como eles. É preciso abertura para o novo. Consciência e um pouco de paciência farão com que sua empresa mude e siga no trilho do sucesso.
Conte comigo! Estou te esperando no @renatathaumaturgo.


Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários