• (45) 3027-2551
  • (45) 99834-2934
  •         
Foz do Iguaçu, Paraná    º ↓º    09 Abr | 19h34
Revista
DIVA MAG
Assine Já
07 Abr | 15:07:03

Waldorf Astoria New York




Waldorf Astoria New York

Um dos mais importantes e conhecidos hotéis de luxo do mundo reabrirá em 2020 após reforma com a venda de residências pela primeira vez.

 

 

Com mais de 100 anos de tradição e renome, o hotel de luxo Waldorf Astoria New York, que já hospedou astros de Hollywood, presidentes americanos, membros da realeza e elite global, teve seu prédio restaurado e transformado em uma coleção de 375 residências acima de um hotel de 375 quartos. Pela primeira vez, as residências estão sendo comercializadas como um novo empreendimento residencial de ultra luxo. As vendas começarão durante o primeiro trimestre de 2020 a partir de U $1,7M entre apartamentos estúdio e cobertura.

Hotel Waldorf e Hotel Astoria

Quando era localizado na rua 33 com a Quinta Avenida a estrutura era divida em dois hotéis diferentes devido a uma briga de família. A primeira estrutura era de William Waldorf, que transformou a residência da família no Waldorf Hotel, seguido por John Jacob Astor, fundador da cidade de Astoria em Oregon, que construiu ao lado o Hotel Astor. Posteriormente as estruturas se uniram por uma passarela, chamada Beco do Pavão, dando início a história do maior hotel do mundo na época, o Waldorf-Astoria.

Logo antes de sua inauguração, o hotel estava sendo considerado um fracasso, sendo alvo de chacota por possuir um número muito grande de banheiros. O estilo do hotel foi considerado inadequado pela alta sociedade da época, que se enfureceu achando que Waldorf havia depreciado um bairro de alto padrão. No dia em que o Waldorf Astoria abriu suas portas pela primeira vez, foi realizado um concerto beneficente para o Hospital de Santa Maria para Crianças que lotou o salão com as famílias mais ricas de Nova York. Os eventos beneficentes marcaram a história do Hotel. Em 1929 quando foi vendido e demolido, deu lugar a outro marco da história americana, o Empire State Building.

 

Edifício atual

Apesar de ter passado por muitas outras reformas, o local atual do famoso hotel continua o mesmo desde 1 de outubro de 1931, na Avenida Park entre as 49ª e 50ª ruas. Quando foi inaugurado, era o maior e mais alto hotel do mundo, ocupando um quarteirão inteiro. Seu interior era decorado no estilo art decó, movimento artístico europeu que fez grande sucesso entre os americanos na década de 30. Em 1949, o Hilton Hotels Corporation conquistou os direitos de gestão do Waldorf Astoria, que acabou comprando por completo em 1972. O grupo chinês Anbang comprou o local em 2014 por 1,95 bilhões de dólares, sendo a venda mais cara de um hotel na história.

Em uma reforma na década de 90 foram encontradas verdadeiras relíquias da história do hotel, como livro de hóspedes, menus de restaurante, cartões postais, uniformes e fotos. Todo o acervo será disponibilizado online. Parte dele você pode ver aqui na Diva!

 

A notoriedade do Waldorf Astoria New York

Com renome internacional por seus jantares e bailes de gala, o hotel acabou também sendo centro de vários encontros e reuniões políticas, tendo um papel significantes em momentos históricos como no avanço do direito das mulheres, permitindo sua entrada no hotel sem a necessidade de um acompanhante, na Guerra Fria com a Conferência Mundial da Paz que ocorreu em suas dependências, e na comissão de inquérito sobre o naufrágio do Titanic, que vitimou John Jacob Astor, fundador do hotel, aberta em 1912 no Salão Mirtilo, sendo posteriormente transferida para Washington.

Momentos de destaque

  • Primeiro hotel do mundo a oferecer luz elétrica completa e banheiro privativos;
  • A National Broadcasting Company (NBC) realizou sua primeira transmissão de rádio no salão de bailes do hotel, em 1926;
  • Recebeu a coletiva de imprensa que apresentou o disco de vinil em 1948;
  • Foi oficialmente nomeado um Marco da Cidade de Nova York em 1993.

 

Sofisticação em grande estilo

Conhecido por ser um lugar frequentado pela alta sociedade, estrelas de cinema e líderes importantes, a estrutura do hotel contava, inclusive, um túnel no sub solo com um vagão do Grand Central Terminal, o maior terminal de trens do mundo, que foi usado para transportar o presidente Franklin Roosevelt ao salão de bailes, além de elefantes para uma festa da colunista social Eliza Maxell. O jornal New York Herald Tribune fez uma matéria sobre o seu jantar, considerado o mais caro da cidade, servindo ostras azuis, sopa de tartaruga, pato avermelhado e framboesas azuis.

O Waldorf Astoria realizava eventos a altura de seus convidados, como o famoso baile Abril em Paris, que premiava seus convidados com jóias de cinco mil dólares, peles, perfumes e carros. Como um agradecimento, cada pessoa recebia uma caixa de presentes podendo conter vários ítens como jóias de ouro, champanhe, abridores de garrafa de prata, chapéus, echarpes e flores.

 

Waldorf Astoria no cinema

Tão famoso e renomado como é, o hotel apareceu em diversos filmes, incluindo o clássico Perfume de Mulher, que teve a cena do tango com Al Pacino e Gabrielle Anwar gravada lá.

 

  • O Grande Gatsby (1974);
  • Um Príncipe em Nova York (1988);
  • Os Excêntricos Tenenbaums (2001);
  • Encontro de Amor (2002);
  • Prenda-me se For Capaz (2002);
  • Alfie (2004)
  • Sr. e Sra. Smith (2005)
  • Amantes (2008)

Compartilhar


Posts Relacionadas


Comentários